Dalai Lama encontra-se com Obama

Eles falaram sobre paz, religião e valores humanos, disse tibetano.
Governo da China protestou contra o encontro.
O Dalai Lama, líder espiritual do Tibete no exílio, disse nesta quinta-feira (18) que conversou com o presidente dos EUA, Barack Obama, sobre a promoção da paz, dos valores humanos e sobre a harmonia religiosa.

A Casa Branca, por sua vez, afirmou que os líderes falaram sobre a importância de um diálogo cooperativo entre EUA e China.

O encontro do Dalai Lama com Obama, que irritou o governo da China, ocorreu de maneira discreta e longe da presença da imprensa. Eles falaram na Sala de Mapas da Casa Branca durante cerca de uma hora.
O Dalai Lama deixa a Casa Branca nesta quinta-feira (18) depois de encontro com o presidente dos EUA, Barack Obama. (Foto: AP)
Pequim acusa o líder espiritual de querer a independência da região do Tibete. O Dalai Lama argumenta que pede apenas mais autonomia para a província.
Ativistas tibetanos fazem manifestação em frente à Casa Branca nesta quinta-feira (18), antes do encontro entre Barack Obama e o Dalai Lama. (Foto: AFP)
Compartilhe no Google Plus

Publicidade