Curitiba 2030


No ano de 2030, Curitiba é uma das metrópoles mais sustentáveis do mundo. A cidade é inovadora na forma de entender sua governança local, seu papel da liderança empresarial e no conceito de cidadania. Curitiba, que está conectada às principais cidades do mundo, soube criar um ambiente propício ao desenvolvimento baseado no conhecimento, à manifestação do potencial de criação e inovação de sua população e à atração e retenção de talentos, empresas e investimentos A concretização das ações do projeto Curitiba 2030 contribuiu para isto.
O exercício de elaborar uma visão de futuro, identificar as bases se sustentação necessárias e os vetores de transformações que garantiriam seu desenvolvimento fizeram diferença. Os projetos e planos de ação desenhados para trabalhar os 7 temas prioritários para Curitiba foram cumpridos, ajudando a desenhar uma estratégia exitosa de longo prazo, conforme podemos verificar.
Curitiba é referência em transporte e mobilidade. Conta com um aeroporto moderno e com capacidade de absorver o fluxo que a crescente atividade econômica demanda. Além disso, ferrovias de última tecnologia ligam a cidade com São Paulo e outras capitais. Possui um sistema de transporte intermodal rápido e eficaz, onde um moderno modelo de BRT, em constante evolução e interligado a linhas do metrô, é o seu protagonista principal, o que tem contribuído para que cada vez menos sejam utilizados veículos privados para a locomoção na cidade. Com a grande ampliação das ciclovias, a população aderiu à bicicleta como opção de transporte, redesenhando o perfil da cidade. Adicionalmente, Curitiba foi mais uma vez pioneira em matéria de mobilidade urbana, ao implantar o sistema de "car sharing" a base de pequenos carros alimentados por energias alternativas para circular pelo centro da cidade. Um centro que hoje é mais voltado ao pedestre, agradável para passeio, seguro e com acessibilidade.
O desenvolvimento urbano multicêntrico tem permitido reduzir os deslocamentos pela cidade e tem contribuído para incrementar a qualidade de vida de seus habitantes, além de dinamizar a atividade econômica da cidade.
O modelo de governança adotado em Curitiba facilita a participação cidadã, fazendo com que toda sua população se sinta protagonista das decisões sobre sua cidade. Para isso tem contribuído a implantação de boas práticas em uma gestão municipal descentralizada, onde se busca otimizar e flexibilizar os serviços públicos, por meio de parcerias público-privadas. Os servidores da prefeitura estão mais motivados, pois existe um novo modelo de carreiras públicas baseado em mérito profissional, valorização das pessoas e formação continuada. Com tudo isso, Curitiba dispõe de uma estrutura de governança descentralizada que possibilita uma autêntica cidadania democrática, sendo considerada modelo nas redes de governança de cidades existentes no mundo.
Curitiba buscou ser referência internacional em biodiversidade e sinergia socioambiental e tem conseguido isso graças a uma educação ambiental desde a mais tenra infância e a sensibilização permanente da população. Curitiba possui um polo consolidado de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação orientado à recuperação de recursos ambientais e ao desenvolvimento de produtos, processos e serviços que contribuam para o desenvolvimento sustentável. Nesta tarefa todos estão envolvidos, poder público, empresas, universidades e, claro, os cidadãos, os quais com seus hábitos de consumo sustentáveis contribuíram para alcançar os objetivos fixados em 2010. Para acompanhar o cumprimento desses objetivos, Curitiba implantou um sistema de indicadores que permite monitorar diversos parâmetros socioambientais. Tudo isso foi possível a partir da criação de infraestruturas, implantação de políticas públicas de incentivos permanentes ao longo do tempo e criação de mecanismos fiscais que impulsionam o estabelecimento e o desenvolvimento de empresas relacionadas com a economia verde.
 Hoje, Curitiba usufrui da cultura ambiental de seus cidadãos, de seu paisagismo urbano e de sua atividade econômica comprometida com a sustentabilidade.
saúde e o bem estar de seus cidadãos são um dos eixos principais da cidade. Em 2030, os cidadãos de Curitiba sabem quais são os melhores hábitos para terem uma boa qualidade de vida. Aprenderam a se alimentar de forma saudável e as excelentes áreas verdes existentes na cidade possibilitam que respirem ar puro e realizem de forma cômoda, atividades físicas e reflexivas. Cresce o número de pessoas idosas, e, para elas e para todas as outras faixas etárias, existem espaços e equipamentos urbanos adaptados às diferentes etapas do ciclo de vida.
Em Curitiba, saúde também é sinônimo de pesquisa, desenvolvimento tecnológico, inovação e instalações avançadas. Assim, entendeu-se há 20 anos e hoje a cidade conta com um importante Polo de Desenvolvimento de Tecnologias de Saúde que alimenta a criação e a atração de empresas inovadoras e empreendedores, nacionais e estrangeiros, fazendo deste polo um núcleo de geração, atração e retenção de talentos e investimentos.
A incorporação das TIC's ao sistema de saúde foi responsável por sua transformação progressiva, evoluindo para um modelo completamente integrado e centrado no paciente. O telediagnóstico, o telemonitoramento e a teleassistência permitiram importantes avanços nos métodos de tratamento, diagnósticos e atenção aos doentes crônicos e pessoas necessitadas. Desta forma, hoje, em Curitiba, a medicina deixou de estar centrada no mero tratamento da doença e passou a contar com um modelo baseado na prevenção para a manutenção da saúde.
Contudo, não existe qualidade de vida em uma cidade sem segurança. Curitiba é hoje uma cidade onde as pessoas se sentem seguras. Para isso foram implementados diferentes programas e esforços voltados à proteção social, amparando os mais desprotegidos e vulneráveis; ao combate ao crime organizado e à delinqüência; à aplicação de conceitos urbanos, arquitetônicos e de design inovadores; bem como de tecnologias avançadas em matéria de proteção e segurança.
A moderna cidade de Curitiba, modelo em matéria de mobilidade, qualidade de vida e bem estar social, tem sido capaz de gerar e atrair conhecimento e criar uma sociedade criativa e empreendedora. A oferta acadêmica está adaptada às necessidades do cidadão e às demandas de uma economia baseada no conhecimento e no desenvolvimento tecnológico. O modelo educativo e pedagógico, em todos os níveis, inova constantemente com o objetivo de estabelecer projetos de educação ao longo de toda a vida para todos os cidadãos. Na atualidade desapareceram as fronteiras entre professores e alunos e se aplicam os métodos educativos mais modernos para que o conhecimento flua em todas as direções. Hoje existe na cidade  Universidades e Escolas de Negócio de excelência internacional que atraem alunos de dentro e de fora do Brasil e que aplicam as ferramentas mais avançadas baseadas no permanente desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação.
A geração de conhecimento não se limita a um excelente sistema educativo. A efetivação de centros de excelência em torno das tecnologias facilitadoras (robótica, nano e micro tecnologias, biotecnologia, energia, TIC´s...) tem permitido aumentar as capacidades das empresas e caracterizam Curitiba como uma cidade em rede. Além disso, há um reconhecimento e prestigio internacional associado à alta tecnologia. Por sua vez, esses nós de redes têm sido polos de capacitação de talentos e formação especializada com orientação industrial. Hoje, a indústria de Curitiba é um exemplo de produção avançada, que atrai investimentos nacionais e estrangeiros e sedia uma série de novas empresas inovadoras com capacidade de fabricação singulares. Para isso, tem contribuído a existência de uma bateria de estímulos públicos e avançados modelos de financiamento privado para a inovação.
O tecido empresarial de Curitiba é composto por homens e mulheres capazes de antecipar as necessidades do consumidor e as demandas do futuro. Isto é assim, porque aprenderam a pensar no futuro e a identificar tendências e oportunidades graças a sua participação em inúmeros estudos de prospectiva que têm sido realizados em todo o Estado do Paraná ao longo dos últimos 25 anos. Esses profissionais se formaram pensando nas demandas futuras da sociedade e foram educados para adaptarem-se permanentemente às mudanças e a trabalhar em ambientes organizacionais dinâmicos que estimulam a criatividade e a inovação. Eles formam o contingente de cidadãos-empreendedores do século XXI.
Acima de tudo, Curitiba é uma cidade aberta, solidária e integrada, que soube fazer da interculturalidade um modo de vida. Os cidadãos se enriquecem mediante o intercâmbio de experiências entre diferentes culturas. Existem espaços permanentes de encontro e valorização da diversidade étnica e cultural que configura o cidadão curitibano e, a cada ano, se celebram eventos multiculturais relacionados com a gastronomia, o artesanato, a cultura e a música. Como resultado, pode se dizer que Curitiba é um exemplo de coexistência e respeito entre as pessoas.
Hoje, em 2030, graças aos cidadãos de Curitiba, os autênticos protagonistas da transformação, uma vez que souberam responder com inteligência e solidariedade às iniciativas implementadas no passado, Curitiba é uma cidade que brilha com luz própria no universo urbano do mundo.
Compartilhe no Google Plus

Publicidade