Brasileiros estão entre destaques latino-americanos no Festival de Berlim


Cena de 'Besouro', que participa do evento alemão 
(Foto: Divulgação

A edição deste ano do Festival Internacional de Cinema de Berlim contará com os filmes brasileiros "Bróder!" de Jeferson De, "Besouro" de João Daniel Tikhomiroff e "Fucking different São Paulo" (co-produção britânica), dirigida por Rodrigo Diaz, Luis René Guerra e Sabrina Greve.

Essas produções brasileiras serão exibidas na seção Panorama do Festival. Já no Fórum, estará "Antônio das Mortes", de Glauber Rocha, além do colombiano "Vuelco del cangrejo", de Oscar Ruiz Navia.

No cinema de temática infantil e juvenil, a seção Generation apresenta um franco-brasileiro entre os últimos trabalhos: "Os famosos e os duendes da morte" de Esmir Filho (Brasil/França), além do colombiano "Retratos de un mar de mentiras" de Carlos Gaviria.

Na edição de 2008, o Brasil venceu o prêmio Urso de Ouro com "Tropa de elite", de José Padilha.


 Na disputa pelo Urso de Ouro
Entre outros destaques latino-americanos, está o filme "Rompecabezas" da estreante argentina Natalia Smirnoff buscará na 60ª edição da Festival de Berlim repetir sucessos anteriores do cinema latino-americano no festival alemão. O longa-metragem de Smirnoff, interpretado por María Onetto e Gabriel Goity, é o único representante hispânico entre os 20 aspirantes aos Ursos, um ano depois que o filme peruano-espanhol "La teta asustada", de Claudia Llosa, se alçasse com o Ouro.

Smirnoff será a única participante agora em longas-metragens, enquanto em curtas-metragens concorrerá "El segundo amanecer de la guerra" de Mauricio Franco Tosso (Peru/Espanha).

"Entre meus 20 selecionados, não há filmes com mais ou menos possibilidades. O histórico do Festival de Berlim mostra que não há garantia de prêmio para consagrados e sim muitos prêmios para estreantes", sustenta Dieter Kosslick, diretor do Festival.


 Fora de competição
Já fora de competição, será exibido no Special do Festival de Berlim "Revolução", de um grupo de jovens cineastas mexicanos como Gael García Bernal, Diego Luna, Carlos Reygadas e Eimbcke.

A Argentina estará representada na maioria das seções, já que "Rompecabezas" será somada a "Por tu culpa" de Anahí Berneri (Argentina/França) em Panorama e "El recuento de los daños" de Inés de Oliveira Cézar em Fórum.

Da EFE
Compartilhe no Google Plus