Sobram vagas para recenseador do IBGE em alguns estados

Quase ao fim das inscrições, órgão tenta atrair candidatos ao Censo 2010. 

Emprego temporário oferece salários que variam de R$ 800 a R$ 1,6 mil.

O IBGE abriu concurso para contratar 192 mil recenseadores para trabalhar no Censo 2010 em todo o país, mas – faltando poucos dias para o encerramento das inscrições –, ainda sobram vagas em alguns estados, como São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.“Onde a economia está mais aquecida e a oferta de emprego é maior, nós estamos encontrando dificuldades”, diz o coordenador do Censo 2010 em São Paulo, Aparecido Soares da Cunha, sobre o baixo número de candidatos em alguns grandes centros urbanos.


Por isso, o IBGE resolveu colocar carro de som e funcionários uniformizados nas ruas para recrutar interessados. “É um cargo temporário, mas vai poder trabalhar e tirar algum dinheiro”, explica um dos recrutadores, enquanto outro entrega um folheto explicativo para um possível candidato. 

“O recenseador será a peça fundamental no censo da população. É ele que vai bater de porta em porta, pra gente conhecer a realidade do nosso país”, diz o técnico do IBGE Alessandro Xavier, que passa o dia nas ruas explicando para possíveis candidatos qual é a função do recenseador. 

As inscrições para o concurso vão até quinta-feira (25), nas agências credenciadas dos Correios. Já quem for se inscrever pela internet tem mais tempo – até 4 de abril. Em ambos os casos, o valor é o mesmo: R$ 18. 


A prova de seleção será realizada no dia 30 de maio e os candidatos não precisam ter experiência. Basta ter entre 18 e 70 anos, e Ensino Fundamental completo. Caso seja aprovado, o candidato receberá um salário entre R$ 800 e R$ 1,6 mil para realizar pesquisas em 250 domicílios. E o recenseador poderá aumentar essa renda se conseguir realizar um número maior de entrevistas. 

Compartilhe no Google Plus